Como fazer o IELTS 2


Para imigrar ou estudar no Canadá, é necessário provar proficiência em inglês (ou Francês, mas aqui vou focar no inglês).

Os testes aceitos pelo governo e amplamente pelas faculdades são o IELTS: International English Language Testing System e o CELPIP: Canadian English Language Proficiency Index Program. Além desses, diversas instituições de ensino aceitam o TOEFL: Test of English as a Foreign Language, além de outros testes como o Cambridge English: Proficiency (CPE) ou o Cambridge English: Advanced (CAE).

Enfim, o foco aqui será o IELTS, que é o mais aceito tanto para fins de estudo quando imigração e por este motivo optamos por ele, e também porque ele pode ser realizado no Brasil. O IELTS tem a versão “Academic”, que é aceita na maioria das instituições de ensino e a “General Training” que é a única aceita no programa oficial de imigração do Canadá, o Express Entry. Eles não aceitam a “Academic”.

IELTS band score

IELTS band score

Como realizar o IELTS?

Primeiramente é importante deixar claro que quem vai fazer o teste do IELTS, ou qualquer outro teste de proficiência inglesa precisa saber inglês. Não é um teste que passa ou reprova o aluno. O que ele faz é medir a fluência do candidato em cada uma das competências: Listening, Speaking, Reading e Writing, e dar uma classificação pra cada uma delas conforme a imagem ao lado.

Como agendar o teste?

Até o momento, quem aplica o IELTS no Brasil é o British Council, mas é sempre bom conferir no site oficial os locais que possuem provas disponíveis e quem pode aplicar a prova, para isso deve-se:

  1. Acessar o site Test Center Search do IELTS.
  2. Selecionar o país.
  3. Selecionar a cidade mas próxima para realizar o teste.
  4. Clicar em “More Information”, onde haverá a informação das organizações autorizadas e escolher uma delas para realizar o teste.

Feito isso, pode-se verificar com o órgão responsável pela região as datas e disponibilidade para realizar as provas.

  1. Neste caso, vamos acessar o site do British Council -> Faça um Exame -> IELTS.
  2. Inscreva-se já no IELTS .
  3. Selecione “Brazil” e clique em “Continue”.
  4. Seleciona o mês que você deseja realizar a prova, a cidade mais próxima e o tipo de teste – “General” ou “Academic” – e clique em “Find”.
  5. Escolha a data em que prefere realizar o teste e clique em “Apply”.
  6. Leia os termos e condições e clique em “Continue”.
  7. Preencha os formulário com os seus dados pessoais, faça o upload do seu documento de identidade e submeta o formulário.
  8. Depois disso você receberá a orientação de como efetuar o pagamento da taxa de R$ 700,00 (valor de Janeiro de 2016).

Um ponto importante é que para realizar a prova você precisa apresentar um documento de identidade válido. Não será permitido o acesso à sala caso você não tenha um documento válido. O local para realização da prova é divulgado com ao menos 1 semana de antecedência e será na cidade escolhida. A prova normalmente é realizada em 2 dias consecutivos, sendo que no primeiro dia é feita a a prova de Speaking e no segundo dia o Listening, Reading e Writing.

Quando sai o resultado?

O resultado do teste pode ser consultado online em aproximadamente 10 dias após a realização do teste. Já o relatório oficial com o resultado é enviado por correio para o endereço preenchido no cadastro.

Como é a prova?

A prova pode ser “Academic” ou “General” e é dividida em 4 partes: Listening, Speaking, Reading e Writing.

IELTS Test Format

IELTS Test Format

  1. Listening
    • Tempo: 30 minutos (+ 10 minutos para transferência)
    • Questões: 40
    • Sessões: 4
      • Sessão 1: Conversação entre 2 pessoas.
      • Sessão 2: Monólogo sobre um evento do dia a dia.
      • Sessão 3: Conversação entre até 4 pessoas.
      • Sessão 4: Monólogo sobre um evento acadêmico.
  2. Reading
    • Tempo: 60 minutos (sem tempo adicional para transferência)
    • Questões: 40
    • Sessões: 3
      • Acadêmico: Cada uma das sessões contém um longo texto.
      • General:
        • Sessão 1: Contém dois ou três textos curtos.
        • Sessão 2: Contém dois textos curtos.
        • Sessão 3: Contém um texto longo.
  3. Writing
    • Tempo: 60 minutos (sem tempo adicional para transferência)
    • Questões: 2
    • Sessões: 2
      • Acadêmico:
        • Sessão 1: Resumir em suas próprias palavras um gráfico ou tabela – 150 palavras.
        • Sessão 2: Escrever uma redação sobre um tema definido – 250 palavras.
      • General:
        • Sessão 1: Escrever uma carta sobre um tema definido – 150 palavras.
        • Sessão 2: Escrever uma redação sobre um tema definido – 250 palavras.
  4. Speaking
    • Tempo: 11 – 14 minutos
    • Sessões: 3
      • Sessão 1: Introdução e entrevista: 4-5 minutos.
      • Sessão 2: Falar sobre um tema definido por 2 minutos: 3-4 minutos.
      • Sessão 3: Conversação com o avaliador sobre as declarações da sessão 2: 4-5 minutos.

Maiores detalhes sobre a prova pode ser encontradas do IELTS Guide for Test Takers.

IELTS Report

IELTS Report

Quanto preciso atingir?

Para imigração pelo programa Express Entry, o mínimo necessário é geral 6, com um mínimo 6 em cada uma das partes da prova.

Já para as instituições de ensino os requisitos podem variar bastante, seja pela instituição ou por requerimento do curso. É possível encontrar diversos cursos técnicos e tecnólogos que pedem geral 6 e individual 5.5 e cursos de mestrado que pedem geral 7 e individual 6.5. Como isso não é uma regra, a única forma de saber os requisitos e verificando com as instituições de ensino de interesse.

Como se preparar para o IELTS

Com todo o exposto acima, fica claro que é preciso dominar a língua em todas as competências para conseguir as notas necessárias. Não adianta fazer a prova sem se preparar, pois como já mencionei, não é um teste que aprova ou reprova, e sim um teste que avalia diversas competências e atribui um grau ao candidato. É um teste caro, que não vale a pena fazer só para testar e contar com a sorte não é uma opção.

Para qualquer prova, seja IELTS, TOEFL, vestibular ou concurso público, para garantir um bom desempenho, não basta saber o conteúdo, é preciso também saber fazer a prova. Isso significa saber que tipo de conteúdo é solicitado e vale a pena estudar, conhecer a melhor estratégia para cada etapa e estar habituado com o tempo necessário para cada questão. Em resumo, fazendo uma preparação focada no objetivo.

A boa notícia é que o própio IELTS disponibiliza vários recursos de preparação. Eles são super úteis, para tanto para quer ter uma ideia do como o seu nível atual se enquadraria nos critérios do IELTS quanto para quem já se considera fluente e quer entender a metodologia.

Incluo abaixo, junto com algumas dicas para cada etapa do teste, o link para os materiais de preparação, que incluem áudios, folhas de questões, gabarito e folha de resposta, tudo de acordo com o teste real, o que permite uma preparação consistente para a prova. Verifique e teste os materiais que eu menciono abaixo antes de investir em materiais ou cursos específicos de preparação.

Antes da prova é importante simular, com tempo marcado, todas as etapas em sequência. O teste é longo e cansativo, e o tempo será um grande inimigo se faltar preparação.

Listening:

Considero essa prova a mais crítica de todas, porque os áudios só são tocados uma vez, numa sala ampla. É preciso estar concentrado e saber o que esperar, pois não há segunda chance.

Antes de cada áudio, é deixado um tempo para o candidato ler as questões. É um tempo curto que precisa ser muito bem aproveitado. Esta não é uma prova de completar lacunas, então começar a ouvir a gravação sabendo por qual informação procurar pode ser crucial. Do contrário é necessário ler as questões e prestar atenção nos diálogos ao mesmo tempo, tornando tudo mais confuso.

Além de entender o contexto e a situação, serão requisitados dados específicos dos diálogos ou monólogos. Se der pra completar o exercício em tempo real, ótimo. Do contrário, o melhor a fazer é ir anotando separadamente todas as informações como nomes, números, endereços ou outras palavras soltas que possam servir de referência. Uma lista de palavras é fácil de construir enquanto se presta atenção no áudio e pode ser usada logo em seguida para preencher os campos ou reavivar a memória.

IELTS | Test Takers – Listening sample

Speaking:

Essa é mais difícil de praticar por conta própria, mas é possível entender o tipo de perguntas que eles podem fazer e testar se somos capazes de elaborar respostas completas dentro de um tópico.

Saber apresentar-se e falar de situações pessoais é essencial. Essa parte pode ser ensaiada e talvez alguma pergunta se repita, mas de qualquer forma o ensaio serve de preparação na construção de frases.

O link abaixo tem alguns exemplos de teste. As perguntas podem ser usadas para pensar em como você responderia a essas mesmas perguntas. Não vou lista aqui, mas no Youtube há muitos vídeos com exemplos de testes completos com candidatos em diferentes níveis de inglês e informando quais seriam sua notas.

IELTS | Test Takers – Speaking sample

Reading:

Possivelmente a parte mais fácil da prova e a que permite a melhor preparação por conta própria. Aqui eu posso dar uma dica super importante: durante os simulados (mais uma vez: é muito importante fazer os simulados) teste de que maneira você atinge o seu melhor desempenho. Por exemplo:

  • Ler primeiro as questões e depois o texto com atenção;
  • Ler primeiro o texto com atenção e depois as questões;
  • Ler rapidamente o texto e depois as questões, para depois voltar ao texto sabendo onde estão as respostas.

A última funciona melhor para mim e foi assim que eu tirei nota máxima no reading, mas essa é uma escolha pessoal e que só pode ser decidida com muita prática.

IELTS | Test Takers – Academic Reading sample

IELTS | Test Takers – General Training Reading sample

Writing:

Outra parte da prova que precisa ser muito bem ensaiada. É a parte final da prova, quando já estamos cansados, os textos são longos e não há muito tempo para pensar no que escrever. São duas redações a serem feitas, uma em 40 minutos e outra em 20 minutos. Esses são tempos sugeridos, a escolha é do candidato, mas não há como fugir muito desses prazos.

Eu diria que deve-se fazer pelo menos cinco simulados com tempo marcado para praticar, usando os assuntos dos simulados. O tempo de 60 minutos é o total, incluindo rascunho, se quiser, e versão final. Como é por número mínimo de palavras, tem que ter uma noção de quanto espaço o teu texto ocupa.

Na hora de escrever é que surgem as dúvidas de ortografia e de como usar a gramática e certas expressões. Compreensão é algo muito diferente de criação. Muitas vezes as expressões que ouvimos ou lemos prontas dentro de um contexto, são fáceis de entender e parece que já sabemos aquilo. Mas na verdade, é muito mais fácil ler ou escutar e compreender porque já está ali, pronto, basta interpretar.

Só que na hora de criar não lembramos de tudo, porque falta prática em falar e escrever. Na hora de falar ou escrever surgem muitas e muitas dúvidas que, quando resolvidas, levam a um aprendizado muito mais consistente. Esse aprendizado, além de ser muito importante para o writing, consolida os conhecimentos para as outras provas e ajuda na fluência que será necessária no futuro.

IELTS | Test Takers – Academic Writing sample

IELTS | Test Takers – General Training Writing sample

Deixe um comentário

2 Comentários em "Como fazer o IELTS"

Notificar
avatar
Claudia Dedeski
Visitante

Fantástico seu post! Valeu por qualquer consultoria antes de iniciar os processos do teste!

wpDiscuz