Mudanças no Express Entry – Pontuação


cic.gc.ca

O Express Entry foi lançado em janeiro de 2015 e, quase 2 anos depois, em novembro de 2016 o programa começou a anunciar algumas mudanças com o objetivo de manter-se sempre atual e coerente. Tenho percebido que muitas pessoas não perceberam as mudanças e acho que vale falarmos um pouco sobre elas.

Oficialmente as mudanças anunciadas no final de novembro de 2016 foram:

Note: We are updating the Express Entry system:

  • you can now earn additional points for study in Canada
  • a valid job offer now only needs to be for one year, and some job offers no longer need an LMIA
  • the amount of points you get for a job offer has changed
  • you now have 90 days to apply instead of 60.

Explicando melhor a série de melhorias em vigor

As melhorias mais recentes no CRS ocorreram em novembro passado (2016), quando o número de pontos atribuídos para uma oferta de emprego qualificada foi reduzido de 600 para 50 ou 200 – dependendo da posição oferecida. Além disso, houve também uma mudança para atribuir pontos adicionais aos candidatos que concluíram a sua educação no Canadá. Antes de novembro de 2016, o CRS não havia sido alterado desde que o Express Entry entrou em operação em janeiro de 2015. Vamos explicar as mudanças.

  • Os pontos que você pode obter com uma oferta de trabalho mudaram:
    • Você pode ganhar 50 pontos se você obtiver uma oferta de trabalho válida em uma ocupação de NOC 0, A ou B;
    • Você pode ganhar 200 pontos se você obtiver uma oferta de trabalho válida em uma ocupação NOC 00.
  • A oferta de trabalho agora só precisa ser válida por um ano a partir do momento em que você se tornar um residente permanente.
  • Você pode ganhar pontos por concluir no Canadá seus estudos acima do ensino médio:
    • Você pode ganhar 15 pontos por um diploma ou certificado de um ou dois anos;
    • Você pode ganhar 30 pontos por uma graduação, diploma ou certificado de três anos ou mais, ou para um mestrado, doutorado ou graduação profissional de pelo menos um ano letivo.
  • Você tem mais tempo para preencher um pedido de residência permanente se você receber um convite para se inscrever.
    • Os candidatos tem agora 90 dias para solicitar a residência permanente, e não mais 60 dias.
  • O LMIA não será mais necessário em determinadas ofertas de trabalho qualificadas, bem como para receber os pontos para o Federal Skilled Worker Class. Muitas pessoas no Canadá com uma permissão de trabalho isenta de LMIA, serão capazes de utilizar essa permissão no Express Entry, incluindo os:
    • que estão aqui sob o Acordo de Livre Comércio da América do Norte;
    • que estão aqui sob um acordo federal-provincial;
    • que estão aqui sob “Mobilité Francophone” ou;
    • trabalhadores transferidos dentro de uma empresa.

    Desde que preencham determinados critérios como, pelo menos um ano de experiência de trabalho do mesmo empregador que está fornecendo a oferta de emprego. Saiba mais sobre trabalhos que estão isentos de uma LMIA .

O que eu preciso fazer?

Quem recebeu o convite antes das mudanças não foi afetado. A análise e processamento será conduzida pela regra antiga.

Nem todos serão afetados pelas mudanças no sistema Express Entry. Se você acha que não foi afetado, não há nada que precise fazer. A mudança do LMIA é mais para quem já está no Canadá trabalhando há 1 ano na mesma empresa com algum visto de trabalho válido.

Se você acha que as alterações te afetam, acesse e atualize o seu perfil do Express Entry respondendo às novas perguntas que foram adicionadas ao sistema. Depois de atualizar seu perfil, o Comprehensive Ranking System (CRS) atualizará sua pontuação para as próxima rodadas.

Mais detalhes das melhorias e informações oficiais estão disponíveis no CIC website.

Explicado as futuras mudanças (Junho 2017)

Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC) anunciou que, a partir de 6 de junho de 2017, candidatos fluentes em francês além dos candidatos que tenham algum irmão no Canadá receberão pontos adicionais no Express Entry Comprehensive Ranking System (CRS). Embora estes ajustes não alterem a composição do pool de forma radical, os pontos adicionais podem fazer diferença para os candidatos que estão precisando de alguns pontos adicionais.

Além disso, o registro no Canada Job Bank se tornará voluntário.

Motivos para reduzir a pontuação da oferta de trabalho

Na minha opinião pessoal, o CRS continuará a ser utilizado para classificar e selecionar candidatos no pool do EE, o que tem mudando é a quantidade de pontos que cada candidatos tem direito conforme suas experiência e qualificação, e isso é algo muito positivo pois o Express Entry tem o objetivo de dar oportunidade para candidatos qualificados.

Até novembro, quem tivesse uma oferta de emprego, ganhava 600 pontos e era chamado na próxima rodada, mesmo que a qualificação dessa pessoa não fosse das melhores. Imaginem uma pessoa com o nível mínimo de inglês, um tecnólogo e digamos que ela tem 186 pontos no EE e um segundo candidato com mestrado, nível de inglês máximo, mais de 6 anos de experiência qualificada com 410 pontos. O segundo candidato é um profissional mais qualificado e este é o candidato que o Canadá quer dar prioridade no Express Entry. Porém com a altíssima pontuação para oferta de emprego eles estavam, na verdade, oferecendo a oportunidade pro candidato menos qualificado. Com a correção da pontuação de oferta de emprego para 50 ou 200 pontos isso não acontece mais. A tendência agora é que a pontuação mínima caia um pouco, pois a média não está mais sendo distorcida pelos pontos da oferta de emprego.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar
avatar
wpDiscuz