Viagem: West Coast – Dingle e os Anéis de Kerry


Seguindo a viagem pela west coast da Irlanda, que começou em Killarney, nosso próximo destino é Dingle. Na verdade paramos antes, para passar a noite no Dingle Gate Hostel (€12 por cama, com cozinha coletiva), na cidade de Annascaul. Reservamos um quarto coletivo, mas como o lugar estava vazio, ganhamos um quarto privativo com banheiro.

Além de nós, só duas hóspedes. Uma de Taiwan que fica muito surpresa em me ver fazendo a janta e questiona se no Brasil é normal os homens cozinharem. Curioso, mas arriscado retratar Taiwan baseado nesse comentário. Provavelmente é apenas um caso específico ou regional.

A outra irlandesa, que foi colocada em um quarto separado porque cheirava mal. O recepcionista, meio sem jeito, veio explicar que o albergue não cheirava mal, mas ele não sabia exatamente como dizer isso… era uma hóspede meio estranha e a situação era complicada. A moça realmente parecia ter problemas, mas o que o albergue poderia fazer num caso desses? Também curioso, mas também não dá pra dizer que todos os irlandeses tomam pouco banho. Provavelmente só uma parte.

Ela ficou em outro andar, nós chegamos tarde e saímos cedo, então não fez diferença.

Albergue Dingle Gate

Albergue Dingle Gate

A cidade de Dingle é a maior da região chamada de Dingle Península e considerada uma das mais belas da Irlanda. Nossa passagem pela cidade inclui uma visita rápida à Cervejaria Dingle, que faz uma cerveja lager. Recusamos o tour, que era pago, e só levamos umas long necks. Fizemos também uma visita à destilaria de mesmo nome, que faz whisky, mas não tem autorização pra vender álcool no local.

Cervejaria Dingle

Cervejaria Dingle

Destilaria Dingle

Destilaria Dingle

Como é nosso hábito, a parada para o café da manhã, preparado na hora, é na beira da praia e com uma paisagem espetacular. E seguimos um passeio tradicional da região, que parte de Dingle e dá uma volta pela costa, ao redor de toda a península.

DSC_0045

Parada para o café da manhã

Trajeto ao redor da Dingle Península

Trajeto ao redor da Dingle Península

DSC_0077

Penhascos no ponto mais a oeste da penínsua

A estrada circular nos leva de volta a Dingle, e a partir dali seguimos ao norte, novamente entre as montanhas, até Castlegregory. Esse trajeto cruza pelo ponto de passagem entre montanhas mais alto da Irlanda, o “Conor Pass”. A vista dos lagos Atlea e Clogharee é impressionante. No local há um pequeno estacionamento, em frente a uma cascata na beira da estrada, e ainda uma mesa e bancos de pedra para os viajantes. No nosso caso, local perfeito para o almoço.

DSC_0098

Vista dos Lagos no “Conor Pass”

A partir daí entramos no chamado “Ring of Kerry” (anel de Kerry), que é o trajeto ao longo da península ao sul de Dingle. É mais uma rota turística circular da região, dentro do Condado de Kerry. Nessa epoca as amoreiras à beira da estrada estão cheias de frutas maduras. Paramos para fazer nosso estoque.

DSC_0118

Colhendo amoras pelo caminho

DSC_0145

Penhascos em PortMagee, Condado de Kerry

DSC_0144

Cidade de Portmagee, vista da Ilha Valentia

O próximo anel é o “Ring of Beara”, sendo que parte desse se encontra dentro do condado de Cork. Essa região também é mais rústica e menos desenvolvida que os vizinhos do norte.

Foi para lá que nos dirigimos, para passar a noite na pousada Hungry Hill, localizada no pé da montanha de mesmo nome e que em português significa “monte faminto”. Dessa vez uma acomodação privativa e bem mais confortável (€17 quarto de casal, com cozinha coletiva), mas gostamos mesmo foi da área de camping, com gramados perfeitos, árvores, churrasqueira e local para fogueira. Indo pra lá, já no fim do dia, pegamos o caminho mais curto, e que pensamos fosse o mais rápido, mas que acabou sendo através da montanha à noite.

Abaixo um vídeo compilado com o trajeto do dia, incluindo também o trajeto pela montanha à noite.

Albergue Hungry Hill

Hungry Hill - Hotel e camping

Do hotel saímos para mais um tour de paisagens incríveis, pelo Ring of Beara. Nessa rota menos turística, já não se vêem muitos carros. As estradas locais estão em boas condições mas como sempre estreitas e causam dificuldade quando surge um carro no sentido contrário. O mais interessante é que os limites de velocidade oficiais nessas vielas ficam sempre entre 80km e até100km por hora.

DSC_0194

Paisagens do "Ring of Beara"

Estrada com limite de 80km/h

Limite de 80km/h?

Depois de dois dias raros de sol, o tempo já começa a piorar. Parece um sinal de que o passeio está chegando ao fim. À tarde pegamos o caminho de volta, com uma parada na pequena e simpática cidade de Kenmare antes de partir de vez rumo a Dublin.

Centro de Kenmare

Centro de Kenmare

Cenas do Beara Ring

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar
avatar
wpDiscuz